quinta-feira, 16 de maio de 2013

Cine Esfera exibe THX 1138, de George Lucas

O Cine Esfera exibe nesta quinta-feira, dia 16 de maio, às 19h, THX 1138, de George Lucas, filme norteamericano realizado em 1971. O cineclube funciona na Fundação Hassis, em Itaguaçu, região continental de Florianópolis e as sessões são temáticas. THX 1138 fecha o primeiro ciclo do cineclube, cujo  tema é Estados Totalitários.

O filme é ambientado no século 25. A humanidade vive abaixo da superfície da Terra, em uma sociedade onde os robôs são a força policial e as pessoas se divertem por meio da TV holográfica. Todas as pessoas tomam drogas diariamente, de forma a controlar as emoções e manter a paz. O sexo é proibido por lei.

Um dia, o trabalhador THX 1138, interpretado por Robert Duvall, resolve parar de tomar suas drogas. Ele se apaixona por LUH 3417, vivida por Maggie McOmie, sua colega de quarto, que engravida de THX. Ao serem descobertos, são enviados à prisão e tentam fugir para chegar à superfície do planeta.

Ao final de cada ciclo do Cine Esfera, há uma palestra conduzida por um crítico, apresentando o desenvolvimento teórico do tema. Já foram exibidos Fahrenheit 451, de François Truffaut e Brazil, de Terry Gilliam. A palestra sobre este ciclo será conduzida pelo ator e diretor Chico Caprário.

O Cine Esfera é uma iniciativa da produtora O Mago Realizações, patrocinado pelo Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (Funcine) e pela Prefeitura Municipal de Florianópolis. A Fundação Hassis está localizada na Luiz da Costa Freysleben, 87, Itaguaçu,fone 3348-7370. A entrada gratuita.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Fundação Cultural Badesc sedia Festival ArtDéco


Florianópolis é uma das cidades a receber a 5ª edição do Festival ArtDéco de Cinema, entre os dias 13 e 19 de maio, na Fundação Cultural Badesc. Este ano, o evento celebrará o “Pan-Brasileirismo”, a união de norte a sul deste país continental, para levar a arte e formar novos pólos da cena cultural. Além de Florianópolis, Belém, Brasília e São Paulo realizam a mostra simultaneamente.

O nome da festival é uma alusão ao movimento estético da primeira metade do século 20, que teve como característica marcante a simplicidade no estilo e no traço. É neste sentido que a organização trabalha, com o objetivo de promover o cinema independente, simples e de qualidade, privilegiando a acessibilidade. O evento já se consolidou na cidade de São Paulo como um difusor da produção audiovisual de curta-metragem não beneficiados por verbas de leis de incentivos ou editais públicos.

Na seleção dos filmes inscritos estão trabalhos de cineastas nacionais e internacionais pouco divulgados e, sobretudo, produções cujo mote vai de encontro com a política de defesa dos direitos humanos.  Há produções das cinco regiões brasileiras, e estrangeiras de países como Egito, Espanha, Estados Unidos, Ghana, Bielorússia, Grécia, Holanda, entre outros.

O encerramento acontece na cidade de São Paulo, dia 21 de maio, onde os organizadores, produtores e diretores envolvidos vão se reunir para receber o prêmio decidido pelo júri especializado. Na imagem acima, cartaz de Davi e os Aviões, um dos filmes selecionados.


O quê: abertura do Festival ArtDéco de Cinema

Quando: 13 de maio às 19h. A mostra vai até o dia 19 de maio. A programação completa pode ser acessada em www.fundacaoculturalbadesc.com

Onde: Fundação Cultural Badesc. Rua Visconde de Ouro Preto, 216. Centro, Florianópolis.

Quanto: gratuito

Cine D exibe novo ciclo temático



O Cine D exibe nesta segunda-feira, dia 13 de maio, às 12h30min, Garota Interrompida, de James Mangold, e às 19h, XXY, de Lúcia Puenzo. O cineclube é organizado pela Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque nas Sexualidades (ADEDH) e os filmes abrem o ciclo deste mês, que discutirá a temática LGBT e saúde mental. No dia 17 comemora-se o Dia Mundial de Combate a Homofobia e a ADEDH realiza a Semana de enfrentamento contra a população LGBT de Florianópolis.

Em Garota interrompida, ambientado no final dos anos 1960, a atriz Winona Ryder vive uma garota que vai parar num hospital psiquiátrico. Ela é diagnosticada como vítima de "Ordem Incerta de Personalidade" - uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Internada, ela conhece um novo mundo, de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa, interpretada por Angelina Jolie, uma charmosa sociopata que organiza uma fuga do hospital.

XXY narra a vida de Alex (Inés Efron), que nasceu com ambas as características sexuais. Tentando fugir dos médicos que desejam corrigir a ambigüidade genital da criança, seus pais a levam para um vilarejo no Uruguai. Eles estão convencidos de que uma cirurgia deste tipo seria uma violência ao corpo de Alex e, com isso, vivem isolados numa casa nas dunas. Até que, um dia, a família recebe a visita de um casal de amigos, que leva consigo o filho adolescente. É quando Alex, que está com 15 anos, e o jovem, com 16, sentem-se atraídos um pelo outro.

Durante o mês abril, o Cine D organizou um ciclo de filmes históricos do movimento LGBT no Brasil e no Mundo. Foram exibidos os documentários Dzi Croquettes (Brasil), Stonewall (EUA), Parágrafo 175 (Alemanha) e Assim como diz a Biblia (EUA). O Cine D é uma iniciativa da ADEH e é financiado pelo Fundo Municipal de Cinema de Florianópolis (Funcine). As sessões ocorrem nas segundas-feiras, na sede da instituição, que fica na rua Trajano, 168, 3° andar, centro de Florianópolis. Entrada gratuita. Na foto acima, Garota interrompida, e abaixo, XXY.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Estudante de cinema vence concurso do Funcine

video


            O formando em cinema na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Jefferson Rocha Moreira da Silva, 28 anos, é o autor da vinheta vencedora do concurso realizado pelo Fundo Municipal de Cinema (Funcine), para ser utilizada como imagem institucional nos eventos patrocinados pelo órgão.

            Houve quatro propostas inscritas e a escolha foi feita pela presidente do Funcine, Cláudia Cárdenas, pela vice, Sulanger Bavaresco e pelos conselheiros Gustavo Souza e Mariana Coelho. Cada proposta deveria ter 5, 15 e 30 segundos. Abaixo você pode conferir a versão mais curta. Até a próxima semana serão divulgadas as outras versões

            Jefferson foi remunerado com R$ 3 mil. A criação da vinheta era livre, mas foi exigida a utilização da marca Funcine. Jefferson, que soube do concurso por meio de um amigo, diz que trabalhou no sentido de dar uma fisionomia de Florianópolis para o seu trabalho, mas evitando criar estereótipos.


terça-feira, 7 de agosto de 2012

terça-feira, 24 de julho de 2012

quinta-feira, 12 de julho de 2012

sábado, 16 de junho de 2012

segunda-feira, 11 de junho de 2012

segunda-feira, 4 de junho de 2012

domingo, 3 de junho de 2012